Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Hungria: cidade inundada por lama tóxica torna-se numa cidade verde modelo

Mäyjo, 08.10.14

Hungria: cidade inundada por lama tóxica torna-se numa cidade verde modelo

A 4 Outubro de 2010, a cidade húngara de Devecser acordou inundada por uma lama tóxica vermelha que vazou do reservatório de uma central de óxido de alumínio, que explodiu (na foto). A inundação desta lama matou dez pessoas e feriou gravemente outras 150. Contudo, três anos depois do acidente, a cidade foi reerguida e é agora uma cidade verde modelo.

Graças à visão do presidente da câmara, Toldi Tamás, Devecser é agora uma localidade que utiliza fontes de energia locais e renováveis e que cultiva os seus próprios alimentos. O novo plano de desenvolvimento sustentável foi projectado pelo arquitecto húngaro Imre Makovecz, de forma gratuita, e inclui um parque na zona mais afectada pelas lamas tóxicas.

Nas imediações do parque existe uma alameda de 30 hectares, que fornece madeira para aquecer as 87 habitações que foram construídas oito meses depois do desastre. Todos os verões, uma equipa de madeireiros corta os choupos e planta novas árvores. A energia geotérmica faz também parte do plano energético de Devecser e fornece energia a um terminal de autocarros bastante movimentado, refere o Guardian.

Além das fontes de energia renováveis, a agricultura não é descurada pelas autoridades municipais. “Quero trazer de novo as técnicas agrícolas saudáveis com baixos níveis de emissão de dióxido de carbono que tínhamos antes. Seguidamente, temos de assegurar que todas as nossas instituições públicas utilizam a produção local. São mais saudáveis do que as coisas que se compram na Tesco”, afirma Tamás. Esta cidade da Hungria, na região de Veszprém, pretende instalar ainda este ano uma central de desidratação de legumes alimentada a energia solar, de maneira a fomentar a procura de produtos locais.

 

Foto:  Adam Bognar / Creative Commons